Palestrantes


Alain Riddell

Alain Riddell

Sócio e Lider Debt Advisory & Restructuring, KPMG Corporate Finance, São Paulo, Brasil

Alan é responsável pela coordenação do grupo de “Debt Advisory e Restructuring”, incluindo Debt Advisory, Infrastructure Finance, Securitization Advisory, Restruturação Financeira & Operacional, e Administração Judicial. Desde 2004 Alan se dedica à área de Debt Advisory, executando projetos de levantamento de dívida, financiamento de projetos, captação de recursos externos e locais, financiamentos garantidos por ativos, mercados de capitais nacional e internacional, financiamento de aquisições, estruturação e financiamento de Parcerias Público-Privadas (PPP). Anteriormente, foi responsável por vários projetos de Fusões e Aquisições, Mercado de Capitais e Transações Estruturadas na KPMG Corporate Finance Ltda. e no UNIBANCO (em NY). Possui experiência em avaliação de empresas, aquisições, planejamento estratégico e tributário em vários segmentos, incluindo agronegócios, infraestrutura, serviços financeiros e saúde. Formação Formado em Ciências Contábeis pela UFRJ (1993), em Direito pela Universidade Cândido Mendes (1995) e possui MBA pela INSEAD/França (1998).


Alan Jorge Bojanic

Alan Jorge Bojanic

Representante da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) no Brasil, Brasília, Brasil.

Bojanic, um cidadão boliviano, graduado em Engenharia Agrícola na Gabriel René Moreno University [Universidade Gabriel René Moreno] de Santa Cruz, Bolívia, com diploma em Economia Agrícola da University of Reading, Reino Unido, e Mestrado em Ciência da Economia Agrícola da University of London [Universidade de Londres], Reino Unido. Ele também é Ph.D. em Economia Ambiental da University of Utrecht [Universidade de Utrecht], na Países Baixos, e Mestre em Ciências Políticas da University of Costa Rica [Universidade de Costa Rica], San José, Costa Rica. Ele fez pós-graduação na Países Baixos. De 1981 a 1990, Bojanic trabalho como Diretor do Programa de Economia Agrícola, Diretor Substituto e Diretor Técnico do Centro para Pesquisa Agrícola Tropical (CIAT) em Santa Cruz, Bolívia. De 1991 a 1992, ele trabalhou como Especialista de Setor em Pesquisa eTransferência de Tecnologia Agrícola e Pecuária para dar suporte ao Instituto Boliviano de Tecnologia Agrícola e Pecuária (IBTA) em gestão de pesquisa, Instituto Inter-Americano para Cooperação em Agricultura (IICA), Bolívia. De 1992 a 1994, ele foi Diretor Executivo da Secretaria Nacional para o Meio Ambiente da Bolívia, e nesse mesmo ano foi indicado Sub-secretário para o Desenvolvimento Florestal e de Pesca e Ministro de Assuntos Rurais e de Agricultura, Bolívia. De 1994 a 1995, ele trabalhou como Consultor para a Embaixada da Países Baixos, a UNDP e a Fundação IntiRaimy (Oruro). De 1995 a 1997, ele trabalhou com a UNDP como Consultor sobre Gestão sustentável de Recursos Naturais na Bolívia. Em 2001, ele foi indicado Vice-Ministro para Agricultura, Pecuária e Pesca, Ministro da Agricultura, Bolívia e, em 2002, Consultor Sênior para o Ministério da Agricultura. Em 2004, ele foi Diretor Executivo do Serviço Nacional Boliviano de Saúde Agrícola e Segurança Alimentar. Bojanic também trabalhou como consultor em uma variedade de áreas relacionadas à transferência de tecnologia agrícola para uma gama de organizações internacionais, incluindo o Banco Mundial, USAID e UNICEF. De março de 2005 a agosto de 2010, Sr. Bojanic foi Representante da FAO na Costa Rica. Em setembro de 2010, ele foi indicado como Representante Regional Substituto e Chefe da Equipe Multidisciplinar para a América do Sul, Escritório Regional para o Caribe, RLC, Santiago, Chile, onde, de fevereiro a junho de 2011 e, então, de dezembro de 2011 a maio de 2012, ele atuou como Diretor Encarregado. Em janeiro de 2012, ele retomou suas atividades como Representante Regional Substituto, no Escritório Regional para a América Latina e Caribe, RLC, Santiago, Chile. Sr. Bojanic substitiu o Sr. Hélder dos Santos Félix Monteiro Muteia como Representante da FAO no Brasil.


Alberto Morelli

Alberto Morelli

Presidente, Associação Maíz Y Sorgo Argentino - MAIZAR, Buenos Aires, Argentina.

• Engenheiro Agrícola Universidade de Buenos Aires 1981 • Produtor Agrícola em San Antonio de Areco, Província de Buenos Aires. Argentina • Presidente da MAIZAR e Ex-Presidente da MAIZAR -Asociación Maíz y Sorgo Argentino- (2011-2013) • Ex-Presidente da MAIZALL (International Maize Alliance) (2016-2017) • Ex-Presidente da Câmara da Indústria do Milho e Moagem a Seco (2003-2017) • Professor das disciplinas de Clima, Solos e Cereais, do Instituto Superior de Ensino, Estudos e Extensão Agrária (ISEA) da Sociedade Rural da Argentina (1998 até o presente)


Aldo Rebelo

Aldo Rebelo

Ex-Ministro da Defesa e Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Brasília, Brasil.

Em breve.


Alexandre Ugadin

Alexandre Ugadin

Vice-Presidente de Mídia, Wieden Kennedy Brasil, São Paulo, Brasil

Graduado em Comunição Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, Alexandre Ugadin trabalha com Estratégia de Mídia e Marketing nos últimos 21 anos, focando especialmente em Planejamento de Comunicação e Mídia Digital, desenvolvendo estratégias analíticas, soluções multi-plataformas, gerando resultados de negócios com campanhas de perfomance e de marca. Trabalhou em grandes agências no Brasil como Y&R, Africa, Talent, Dentsu e FCB. Atualmente trabalha na Wieden Kennedy para clientes como Mondelez, Nike, P & G, The Walt Disney, Facebook, Ambev, Subway, Johnson & Johnson, Danone, Delta Airlines e Dr. Consulta, liderando a equipe de mídia em disciplinas como Estratégia de mídia, Planejamento, Compra, Mídia Digital, SEM, Mídias Sociais, Estratégia de Influenciadores, Mobile Marketing, Pesquisa de Mídia, E-CRM, Mídia Programática, Construção de Audiência e Inovação de Mídia. • Vencedor do prêmio Caboré - Profissional de Mídia do Ano. • Leão de Ouro na categoria Mídia no Cannes Creativity Festival • Grand Prix na categoria Mobile no Cannes Creativity Festival • Júri de Mídia no Festival Internacional de Criatividade de Cannes 2015.


Alysson Paolinelli

Alysson Paolinelli

Presidente Executivo, Abramilho, Brasília, Brasil

Mineiro de Bambuí, nascido em 1936, Alysson Paolinelli tornou-se agrônomo em 1959 pela Escola Superior de Agronomia de Lavras (Esal), que depois tornou-se universidade federal. Em 1971, assumiu a Secretaria de Agricultura de Minas, a convite do governador Rondon Pacheco, e criou incentivos e inovações tecnológicas que tornaram Minas o maior produtor de café do Brasil. Em 1974, aceitou convite do presidente Ernesto Geisel para tornar-se ministro da Agricultura, e tratou de modernizar a Embrapa e promover a ocupação econômica do cerrado brasileiro. Paolinelli implantou um ousado programa de bolsas de estudos para estudantes brasileiros nos maiores centros de pesquisa em agricultura do mundo. Cuidou também da reestruturação do crédito agrícola e do reequacionamento da ocupação do bioma amazônico. Após deixar o Ministério, ainda exerceu cargos de destaque na vida pública brasileira; - Presidente do Banco do Estado de Minas Gerais,- Deputado constituinte - Presidente da CNA (Confederação Nacional da Agricultura) - Voltou a ser secretário de Agricultura no governo Hélio Garcia e permaneceu no cargo até 1978. Em 2006 foi também agraciado com o World Food Prize, premio que equivale ao Nobel da Alimentação. Hoje exerce o cargo de Presidente Executivo da ABRAMILHO (Associação Brasileira dos Produtores de Milho).


Ana Paula Malvestio

Ana Paula Malvestio

Sócia, PwC, Ribeirão Preto

Sócia da PWC, é advogada, graduada pela Universidade de Ribeirão Preto. Com mais de 18 anos de experiência em consultoria tributária e societária, lidera atualmente essa prática do escritório de Ribeirão Preto. Especialista em Agronegócio e reestruturações societárias, Ana Paula também é responsável pelas atividades de treinamentos externos do escritório de Ribeirão Preto, tendo larga experiência em ministrar cursos, seminários e palestras.


André  Rocha

André Rocha

Presidente, Fórum Nacional Sucroenergético, Brasília,Brasil

- Atual Presidente Executivo do Sifaeg e do Sifaçúcar - Ex- presidente da Companhia Energética de Goiás - CELG - Formado em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia da Universidade Federal de Goiás - Goiânia - GO - Membro do Conselho Temático de Infra-Estrutura da CNI a partir de março 2004


Arnaud Petit

Arnaud Petit

Diretor Executivo, International Grains Council (IGC), Londres, UK

Arnaud Petit foi nomeado diretor executivo do Conselho Internacional de grãos (CIG) em fevereiro de 2018. A CIG é uma organização intergovernamental sediada em Londres, que oferece análises independentes sobre os mercados de grãos, oleaginosas e arroz aos seus governos membros para promover o comércio internacional de grãos. Ele também fornece informações para organizacoes não-governamentais. CIG fornece uma importante plataforma internacional para as discussões entre os decisores políticos e o sector privado. Ele também serve como o Secretariado do Comitê de assistência alimentar ajudando a facilitar a rede dentro da comunidade de doadores para melhorar a eficácia da assistência alimentar. De 2005-2017 o Sr. Petit foi diretor de produtos agricolas e comércio na associacao Europeia dos agricultores e Agri-cooperativas (Copa-Cogeca), ele também foi membro do Comitê Executivo da plataforma tecnológica europeia "plantas para o futuro" (2009-2017) e um Membro do grupo de peritos sobre as negociações comerciais UE-EUA na Comissão Europeia (2014-2017). De 2000-2005 atuou como assessor de política dos assuntos europeus na Câmara Nacional para a agricultura em Paris, e membro adjunto do Comité Económico e Social Europeu (2000-2005). Possui um mestrado em economia agrícola pelo Centro Internacional de estudos avançados de Agronomia do Mediterrâneo, Montpellier – França.


Ashok Das

Ashok Das

Embaixador da Índia no Brasil, Brasília, Brasil.

Em breve.


Ben Allomes

Ben Allomes

Diretor, Dairy NZ, Woodville, Nova Zelândia

Ben vive e administra sua propriedade rural em Woodville junto de sua esposa Nicky e de seus quatro filhos. Ben é formado em Ciências Aplicadas e Gestão de Recursos Naturais pela Universidade de Massey. Ben foi presidente da New Zealand Young Farmers por três anos, duas vezes chegou à grande final do National Bank Young Farmer Contest e, junto com Nicky, ganhou o título de Sharemilker do Ano da Nova Zelândia em 2008. Ele é atualmente o diretor da DairyNZ e Presidente do Conselho que elegem as empresas e produtores na premiação da Indústria Lactea da Nova Zelandia. Ben também foi bolsista Nuffield em 2015, quando esteve em visita a diversas regiões brasileiras.


Blairo Maggi

Blairo Maggi

Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, República Federativa do Brasil, Brasília, Brasil

Blairo Borges Maggi, em apenas oito anos de vida pública ele se consolidou como um dos homens mais influentes do mundo. Gaúcho, natural de Torres (RS), Blairo nasceu em 29 de maio de 1956, na família dos pequenos produtores rurais de descendência italiana André Antônio Maggi e Lúcia Borges Maggi. Com a aposta do pai no cultivo da soja em áreas inexploradas, Blairo graduou-se em Agronomia na Universidade Federal do Paraná. Sob seu comando, a pequena empresa Sementes Maggi, fundada em 1973, transformou-se no Grupo André Maggi com a chegada da família ao Cerrado mato-grossense. Em Mato Grosso, o empresário venceu as eleições para governador do Estado, com 51% dos votos no primeiro turno. Blairo defendeu explicitamente na administração pública os princípios de honestidade, eficiência, ousadia e transparência que regeram sua bem-sucedida saga empresarial. Em 2006, se reelegeu governador com 63,59% dos votos. Durante sua gestão, Maggi conseguiu conciliar o desenvolvimento econômico do Estado à difusão de novas práticas de sustentabilidade. A prosperidade social também chegou durante a gestão de Maggi - em 1996, 28,1% das famílias mato-grossenses viviam com até meio salário mínimo. Em 2008, o índice baixou para 15,8%. Blairo Maggi tem sido constantemente citado pela revista Forbes como um dos líderes mais influentes do mundo. Entre os 30 líderes mais influentes do Brasil da Revista Época, o ex-governador também figurou. A Revista Veja publicou em setembro de 2009 um perfil de Blairo enfatizando sua disposição em rever posturas e posicionamentos pessoais. Participou de encontros mundiais em prol da preservação do meio ambiente. Inspirou a mudança de comportamento de agricultores do País. Após ações eficazes, ganhou o respeito de ambientalistas. O homem que aportou em Itiquira (distante 353 km de Cuiabá), ganhou prestígio entre as principais autoridades do País com o dinamismo e alcance de seu trabalho econômico e social. Seu feito rendeu-lhe importantes ‘marcas', como ao deixar o Governo do Estado de Mato Grosso, em abril de 2010, receber 92% de aprovação popular, de acordo com o Instituto Vox Populi. Foi por essa razão, por representar a vontade da maioria da população mato-grossense, que Maggi lançou-se à candidatura ao Senado Federal. Com seus mais de 1 milhão de votos ele recebe, em 2010, a confiança da população do seu Estado para - diante dos olhos do mundo-, levar a todo Brasil sua maestria em aliar desenvolvimento e prosperidade com seu jeito singular de fazer política: mudar realidades para melhor.


Cesário Ramalho da Silva

Cesário Ramalho da Silva

Presidente do Conselho do Global Agribusiness Forum, Brasil

Em breve


Cleber Oliveira Soares

Cleber Oliveira Soares

Diretor-Executivo de Inovação e Tecnologia, Embrapa, Brasília, Brasil

PORTUGUÊS Cleber Soares é o Diretor-Executivo de Inovação e Tecnologia da Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Graduado em Medicina Veterinária na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro em 1996, onde ele também conquistou seu mestrado em Parasitologia Veterinária em 1998 e o doutorado em Ciências Veterinárias em 2002. Com experiência nas áreas de parasitologia, doenças zoonóticas, biotecnologia, imunologia e genômica aplicada à saúde animal, tem atuado nos últimos 14 anos em gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação para o agronegócio. Como Pesquisador na Embrapa Gado de Corte desde 2001, foi Chefe-Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento de 2005 a 2010 e Chefe-Geral do centro de pesquisa de 2011 a 2017. É membro de diversos comitês, conselhos e fóruns, como a Rede Global de Pesquisa e Inovação em Sanidade Animal (Star-Idaz) e o Fórum do Futuro. Casado com a doutora em bioquímica e imunologia Gracia Rosinha, com quem tem quatro crianças, Dr. Soares acredita que a transferência de conhecimentos e tecnologias e a inovação tecnológica, negocial e mercadológica, são eixos vitais para o reposicionamento da Embrapa e do Brasil como protagonistas do agronegócio mundial.


Daniel Baladan

Daniel Baladan

Diretor, Programa de Alimentação Mundial - WFP, Brasilia, Brasil.

Economista, formado pela Unisinos-RS, com MBA em Finanças pelo IBMEC, Especialista em Orçamento Público pela Fundação Getúlio Vargas e Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília. Desde agosto de 2011, é Diretor do Centro de Excelência contra a Fome e representante do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas no Brasil. Balaban atuou durante mais de dez anos nas áreas de finanças e planejamento em empresas de consultoria de negócios e fundações de bem-estar social. Em 1994 tornou-se Analista de Finanças do Tesouro Nacional, desempenhando as funções de Assessor Econômico da Secretaria do Tesouro e Coordenador Nacional de Estudos Econômicos da Secretaria do Tesouro Nacional. Em 2003, atuou como Assessor Especial da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República. De março de 2006 a agosto de 2011 foi Presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Autarquia do Ministério da Educação responsável, dentre outros programas, pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar brasileiro, que alimenta mais de 47 milhões de estudantes em todo o país; e atuou na criação da Lei Brasileira de Alimentação Escolar. É presidente da rede de alimentação escolar para América Latina e membro do Conselho do Global Child Nutrition Foundation (GCNF) e da Agenda de Conselheiros Globais do Fórum Econômico Mundial.


Deputado  Evandro Gussi

Deputado Evandro Gussi

Presidente, Frente Parlamentar do Biodiesel, Brasília, Brasil

Em breve.


Fernando Galletti de Queiroz

Fernando Galletti de Queiroz

CEO, Minerva S.A, São Paulo, Brasil.

Em breve.


Francisco Turra

Francisco Turra

Presidente Executivo, Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), São Paulo, Brasil

Formado em Comunicação Social pela PUC/RS e Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Passo Fundo/RS, atualmente é Presidente Executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal – ABPA, vice-presidente da Associação Latinoamericana de Avicultura – ALA e Diretor da Divisão de Produtos de Origem Animal do Departamento de Agronegócios da FIESP. Deputado Emérito, outorgado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul e empossado como membro da Academia Nacional de Agricultura da Sociedade Nacional de Agricultura. 2010–2014 – Presidente Executivo da União Brasileira de Avicultura UBABEF 2008–2009 – Presidente Executivo da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos 2005–2007 – Vice-Presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, eleito membro do Conselho Superior do Agronegócio da FIESP/SP 2007 – Diretor de Desenvolvimento do BRDE 2003–2006 – Eleito Deputado Federal e Presidente do PP Partido Progressista do Rio Grande do Sul 2000–2003 – Superintendente Executivo do SEBRAE/RS e Diretor Institucional da FIERGS 1998–1999 – Ministro de Estado da Agricultura e Abastecimento 1996–1997 – Presidente da CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento 1995–1996 – Diretor de Desenvolvimento do BANRISUL 1987–1995 – Eleito Deputado Estadual constituinte, reeleito para Deputado Estadual 1976–1986 – Vice-prefeito de Marau-RS e eleito Prefeito de Marau


Gabriel Nunes

Gabriel Nunes

Diretor Geral, TNS Nanotecnologia, Brazil

"Engenheiro de materiais UFSC/TUHH - Brasil e Alemanha, com publicações de artigos científicos. Co-fundador do time brasileiro campeão no 1º desafio solar Brasil - 09, membro da equipe de pesquisadores que vencedora do prêmio de melhor trabalho de cooperação entre Brasil e Alemanha pelo IBE - 11. Mentor e avaliador voluntário de startups do programa Sinapse de Inovação, 100 startups e programa Inovativa Brasil, com diferentes competências geradas em cursos de curta duração na universidade de Stanford, ANPEI, European Coatings e IXL Center - Boston. Sócio e diretor administrativo da TNS Nanotecnologia, onde tem sido reconhecido em prêmios/projetos inovadores, como prêmio Stemmer de inovação - 14, melhor startup incubada do Brasil - 15, diferentes projetos com apoio do MCTIC, FAPESC, empreendedor scale-up Endeavor 15-17, Startup connected - Câmara Alemã - AHK - 17, programa de aceleração BASF - 17 e programa Startout Brasil – Alemanha - 18."


Guilherme Nastari

Guilherme Nastari

Diretor, DATAGRO, São Paulo,Brasil.

Diretor da DATAGRO desde 2005. Diretor da Associação de Exportadores de Açúcar e Álcool (AEXA), desde 2009. Participou como consultor de diversos projetos de consultoria dos mercados de açúcar e etanol pela DATAGRO. Sendo que os principais clientes são produtores de áçúcar, etanol, biodiesel, trading companies, bancos, distribuidores de combustível, governos e ONGs. - Mestre em Agroenergia - Fundação Getúlio Vargas - SP - Brasil - Bacharel em Economia – IBMEC São Paulo - SP - Brasil


Gustavo Spadotti A. Castro

Gustavo Spadotti A. Castro

Supervisor do Grupo de Gestão Territorial Estratégica (GGTE) da Embrapa Territorial, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA, Campinas, Brasil.

Engenheiro Agrônomo (2005), Mestre (2009) e Doutor (2012) em Agricultura pela UNESP/Botucatu. Foi professor universitário e pesquisador em empresas de fertilizantes. Em 2012 ingressou na Embrapa Amapá no setor de Transferência de Tecnologia. Desde 2017 é supervisor do Grupo de Gestão Territorial Estratégica (GGTE) da Embrapa Territorial, coordenando equipe de 10 analistas e pesquisadores nos projetos: Macrologística Agropecuária, Cadastro Ambiental Rural e Sistema de Inteligência, Gestão e Monitoramento dos Cerrados. É revisor de 23 revistas científicas e agências de fomento. Publicou 61 artigos em revistas indexadas, 6 capítulos de livros e apresentou mais de 130 palestras e trabalhos técnico-científicos em eventos nacionais e internacionais


Jason Clay

Jason Clay

Vice Presidente Sênior, Mercados e Alimentação, World Wildlife Fund (WWF) , Washington, DC, EUA.

Em breve


João Martins

João Martins

Presidente, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA, Brasília, Brasil.

Formado em Administração de Empresas, João Martins da Silva Junior possui uma trajetória profissional ligada à atividade pecuária há mais de 50 anos. Essa história começou na geração anterior à dele, quando João Martins, o pai, pecuarista, abatia bois para abastecimento de Salvador, ainda na década de 1930. Já nos anos de 1965, firmou-se como pecuarista e produtor de leite na Fazenda Grande Vista, em Feira de Santana, interior da Bahia, propriedade da Agropecuária João Martins S/A, da qual era diretor. Foi fundador e 1º tesoureiro da Central de Cooperativas de Leite da Bahia (CCLB) e presidente interino da Associação Baiana de Criadores (ABAC). Na década de 1980, foi diretor e 1º vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (FAEB). Depois de um afastamento por cinco anos, retornou em 2000 para assumir a presidência da FAEB, cargo que ocupou até janeiro de 2018. Desde 2012, vinha exercendo a 1ª vice-presidência da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), cargo que antecedeu a posição de presidente, que assumiu em 2015. Em 19 de setembro de 2017, foi eleito presidente da CNA para quadriênio 2017- 2021. É, atualmente, presidente e acionista da Agropecuária João Martins S/A. João Martins foi Presidente do Conselho Administrativo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Administração Regional da Bahia - SENAR/AR/BA (2000- 2015); Membro Suplente do Conselho Deliberativo do SEBRAE Nacional, Representando a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA (2012-2014); Presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE Bahia (2009 – 2014); Membro Titular do Conselho do Comitê Estadual de Logística de Transporte – CELT, do Governo do Estado da Bahia, representando a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia – FAEB (2013-2014); Membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia - CODES, representando a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia – FAEB (2010-2015); e Membro do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia – SECTI, Representando a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia – FAEB (2004-2014).


José Goldemberg

José Goldemberg

Presidente da FAPESP Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, ex-Secretário de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, ex-Ministro da Ciência e Tecnologia, São Paulo, Brasil

O professor José Goldemberg obteve seu Ph.D. em Ciências Físicas na Universidade de São Paulo em 1954. Foi Reitor da USP de 1986 a 1990 e Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência de 1979 a 1981. Pesquisou e ensinou na Universidade de Illinois, na Universidade de Stanford, na Universidade de Paris (Orsay) e na Universidade de Princeton. Entre 1990 e 1992, foi Secretário de Estado da Ciência e Tecnologia e Ministro de Estado da Educação do Governo Federal. Entre 2002 e 2006, foi Secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. Em 2008, foi premiado com o Prêmio Blue Planet 2008 da Fundação Asahi Glass (Japão) e em 2013 com o "Lifetime Achievement Award" do Zayed Future Energy Prize. Desde 2015 é presidente da FAPESP e no início de 2017 recebeu o título de Professor Emérito da Universidade de São Paulo.


José Manuel Silva Rodríguez

José Manuel Silva Rodríguez

Ex-Diretor Geral da Agricultura , Comissão Europeia, Bruxelas, Bélgica.

José Manuel Silva Rodriguez, nascido em 1949 em Chantada, é espanhol, engenheiro agrônomo (Universidade Politécnica de Madrid). Começou sua carreira profissional em 1975 no Ministério da Economia e Negócios e serviu como membro da equipe que negociou a adesão da Espanha à União Europeia durante o período de 1980 a 1986 Ele está desde 1986 trabalhando para a Comissão Europeia, onde ocupou vários cargos, com maiores responsabilidades. Ele liderou as 2 principais políticas europeias, agricultura e pesquisa, como diretor geral de agricultura de 1995 a 2006, seguido por um mandato como diretor geral para pesquisa de 2006 a 2010 e, novamente, da Agricultura e do Desenvolvimento Rural de 2011 a 2013. No topo do departamento de agricultura da Comissão Europeia, Sr. SILVA RODRIGUEZ liderou várias reformas da política agrícola comum, conduziu negociações internacionais significativas de alto nível e foi responsável por mais da metade do orçamento total da UE. Durante seu mandato como Diretor Geral de Pesquisa, implantou o 7º Programa de Estrutura de Pesquisa, desse modo, dando um novo e forte impulso para a investigação europeia. Atualmente é pesquisador sênior do Instituto Brasil Europa (IBE), Universidade de São Paulo (USP).


José Orive

José Orive

Presidente, International Sugar Organization (ISO), Londres, Reino Unido

José Orive nasceu em 31 de julho de 1958, na Guatemala e é advogado. Graduado com “as mais altas honras” em Direito Comum/Direito Internacional no Centro de Direito da Universidade de Georgetown, Washington D.C, 1985 e “com honras” em J.D. na Universidade Francisco Marroquín, Cidade da Guatemala, 1983, e exerceu cargos como: • Diretor Executivo da Associação Açucareira Centro Americana (AICA), entidade que negocia para a indústria açucareira privada, com ênfase na coordenação de ações conjuntas sobre questões prioritárias, sendo um relevantes centro de informações e publicações para o setor. • Sócio do Escritório de Advocacia Artlex, que atende grandes corporações, contratos de distribuição e questões ambientais, e arbitragem. • Presidente da Associação das Câmaras de Comércio Americanas da América Latina e Caribe (AACCLA), Washington, D.C. • Membro do Conselho da Fundação Panamericana de Desenvolvimento (PADF), Washington, D.C.


Julius Schaaf

Julius Schaaf

Ex-Presidente , United States Grains Council (USGC), Washington, EUA.

Fazendeiro de quinta geração levantando milho e soja em Iowa Ex-Presidente e atual membro do Conselho da MAIZALL. Ex-presidente do Iowa Corn e do US Grains Council. Bacharel em Ciências pela Universidade de Iowa. Casado, dois filhos e seis netos


Li Jinzhang

Li Jinzhang

Embaixador da República da China no Brasil, Brasília, Brasil.

Li Jinzhang, masculino, nascido em novembro de 1954, casado, uma filha, graduado universitário. 1976 – 1980 Funcionário da Embaixada da China na República de Cuba, 1980 – 1988 Terceiro Secretário e Subchefe de Divisão do Departamento das Américas e Oceania do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) da China. 1988 – 1990 Primeiro Secretário da Embaixada da China na República de Nicarágua. 1990 – 1993 Conselheiro da Embaixada da República Popular da China na República de Cuba. 1993 – 1995 Curso de Aperfeiçoamento na China Foreign Affairs University (CFAU – sigla em inglês). 1995 – 1998 Diretor-Geral Adjunto do Departamento da América Latina e Caribe do MNE. 1998 – 2001 Diretor-Geral do Departamento da América Latina e Caribe do MNE. 2001 – 2003 Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da China nos Estados Unidos Mexicanos. 2003 – 2006 Ministro-Assistente dos Negócios Estrangeiros. 2006 – 2012 Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros. 2012 Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da China no Brasil.


Lucas Di Grassi

Lucas Di Grassi

Piloto, FIA Fórmula E Championship

LUCAS DI GRASSI O paulistano Lucas Di Grassi é o piloto brasileiro mais bem sucedido da década. Seu envolvimento com o esporte começou aos 10 anos, quando foi convidado pelo pai para dar as primeiras voltas em um kart. Três temporadas depois, ele já disputava alguns dos principais títulos do país. Desde então, Lucas tem colecionado vitórias, títulos e também o reconhecimento público internacional. Por exemplo, em 2015 ele foi apontado como o melhor piloto de endurance e também o melhor competidor da Fórmula E em todo o mundo. Atual campeão mundial de Fórmula E, Lucas também foi o melhor do mundo na Fórmula 3 (2005), vice-campeão mundial do World Endurance Championship (2016) e o melhor brasileiro nas 24 Horas de Le Mans em todos os tempos – com três pódios em suas participações. De 2005 a 2011, o brasileiro teve envolvimento na Fórmula 1 de diversas formas, seja como piloto oficial (Virgin Racing), de testes (Renault e Pirelli) ou piloto reserva (Renault). Atualmente, Di Grassi é o melhor estreante do Campeonato Brasileiro de Stock Car, com duas vitórias em cinco corridas. Lucas também tem sido bem sucedido como líder de projetos e empreendedor. Desde a concepção, ele teve um papel importante no desenvolvimento do maior sucesso do esporte a motor das últimas décadas – a Fórmula E, categoria de carros do tipo Fórmula que é a primeira a utilizar motores elétricos. Este sucesso levou Di Grassi a ser apontado, em setembro de 2017, como CEO da revolucionária Roborace – o primeiro campeonato mundial de carros dotados de inteligência artificial, que já cria expectativa junto da indústria para sua estreia, em 2018. Outra iniciativa foi o desenvolvimento da EDG Niobium e-Bike, bicicleta elétrica de linhas modernas e tecnologia avançada que determinou um novo padrão para o mercado brasileiro. Em setembro de 2016 Lucas chamou a atenção do mundo novamente ao liderar o projeto que levou um carro de corridas para acelerar pela primeira vez na calota no polo norte, com o objetivo de divulgar o aumento do ritmo do derretimento das geleiras naquela região – um dos problemas ambientais mais preocupantes da atualidade. Em maio de 2018, Di Grassi viu suas iniciativas serem reconhecidas pela ONU. A entidade o escolheu para ser Embaixador do Programa Para o Meio Ambiente, a principal iniciativa internacional em prol da conservação do planeta. A missão do brasileiro passou a ser divulgar os desafios gerados para a população pela má qualidade do ar, um problema que causa sete milhões de mortes prematuras em todo o mundo. Nacionalidade: Brasileiro Nascimento: São Paulo, Brasil, 11/08/1984 Educação: Santa Cruz (Ensino Médio), IBMEC (Economia, 2º ano), membro da MENSA Website: www.lucasdigrassi.com.br Mídias Sociais: 310 mil seguidores (Facebook, Instagram e Twitter) 2017 – FIA Formula E (Audi Sport ABT Schaeffler) >2 vitórias, 2 pole positions e 7 pódios. Campeão 2016 – FIA WEC (Audi Sport Team Joest) / FIA FORMULA E (ABT Schaeffler Audi Sport) > FIA WEC: 2 vitórias, 2 pole positions. Vice-campeão > FIA Formula E: 3 vitórias. Vice-campeão 2015 – FIA WEC (Audi Sport Team Joest) / FIA FORMULA E (ABT Schaeffler Audi Sport) > FIA WEC: 4º no campeonato; 1 pódio > FIA Formula E: 3º no campeonato, 1 vitória 2014 – FIA WEC (Audi Sport Team Joest) > 4º no campeonato; 2º lugar nas 24 Horas de Le Mans 2013 – Audi Sport Team Joest > 2º nas 12 Horas de Sebring > 3º nas 6 Horas de Spa-Francorchamps > 3º nas 24 Horas de Le Mans 2012 – F1 (Pirelli) / Audi Sport Team Joest > Piloto de testes da Pirelli na F1 > 3º na 6 Horas de São Paulo (FIA WEC) 2011 – Fórmula 1 (piloto de testes, Pirelli) 2010 – Fórmula 1 (piloto titular, Virgin Racing) 2009 – 3º na GP2 e piloto-reserva da Renault na F1 2008 – 3º na GP2 e piloto-reserva da Renault na F1 2007 – 2º na GP2 e piloto-reserva da Renault na F1 2006 – GP2 e piloto de testes na F1 2005 – 1º no GP de Macau de F3; 3º na F-3 Europeia, testes na F1 2004 – F3 Inglesa, 3º no GP de Macau de F3 2003 – 2º na F3 Sul-Americana 2002 – 2º na Fórmula Renault Brasil 1997-2000: Kart, campeão pan-americano (2000)


Luis Roberto Pogetti

Luis Roberto Pogetti

Presidente do Conselho, a Copersucar, Brasil

Presidente do Conselho de Administração da Copersucar S.A. desde 2009, depois de ter ocupado vários cargos executivos desde que se juntou à Companhia em 2001. Em janeiro de 2011, assumiu a Presidência do Conselho de Administração do CTC - Centro de Tecnologia Canavieira S.A., centro de excelência tecnológica na cadeia de produção de cana-de-açúcar. Presidente do Conselho de Administração da Eco-Energy, empresa líder em marketing e logística de etanol nos Estados Unidos. Membro do Conselho de Administração da Alvean Sugar SL, trading global de comercialização de açúcar, e da Lógum Logística S.A., empresa de logística de sistema de dutos para etanol. Integra o Conselho Deliberativo da União da Indústria de Cana-de-Açúcar - Única, entidade patronal da indústria sucroenergética. Formado em Administração de Empresas pela PUC-SP, com especialização em Finanças e Mestrado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP).


Luiz Roberto Barcelos

Luiz Roberto Barcelos

Presidente, Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados - ABRAFRUTAS, Brasil.

COFUNDADOR e DIRETOR da AGRICOLA FAMOSA LTDA (Empresa Produtora e Exportadora de Melões/Melancias) - PRESIDENTE da COMISSÃO NACIONAL DA FRUTICULTURA da CNA - PRESIDENTE da CÂMARA SETORIAL de FRUTICULTURA do MAPA - PRESIDENTE da ABRAFRUTAS (Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados) - PRESIDENTE DO COEX (Comitê Executivo do Controle de Moscas do RN) Um visionário estratégico com um claro senso de propósito e urgência diante de desafios diversos durante períodos tanto de quedas nas vendas quanto de rápida ascensão. Habilidoso em estabelecer excelência operacional dentro de ambientes culturais diversos, traduzindo modelos conceituais em estratégias específicas de crescimento, e planejando/executando campanhas globais multifacetadas criadas para aumentar a participação de mercado, receita bruta e EBITDA FORMAÇÃO ACADÊMICA Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, Brasil, 1987 Bacharel em Direito HISTÓRICO PROFISSIONAL BATISTA & BARCELOS Escritório de Advocacia 1991 - Sócio Sao Paulo, Brasil ALBA, COMERCIAL & EXPORT LLP 1991 - Sócio Sao Paulo, Brasil AGRICOLA FAMOSA 1995 - Present - Cofundador e Diretor Mossoró, Brasil OUTROS: Fluente em Inglês e Espanhol Italiano Intermediário


Marcelo Rizério

Marcelo Rizério

Diretor de Criação, CP + B Brasil, São Paulo, Brasil

Marcelo Rizério tem mais de 15 anos de experiência no mercado de publicidade. Começou a trabalhar na CP+B Brasil desde o início da operação em São Paulo, e hoje é Diretor de Criação da agência. Antes de ingressar na CP+B, ele atuou como Diretor de Arte na AlmapBBDO, LewLara\TBWA, FCB e Leo Burnett. De acordo com o Gunn Report, ele foi o sétimo diretor de arte mais premiado do mundo em 2014. Ganhou 15 Cannes Lions e outros prêmios no D&AD, The One Show e Clio Awards. Rizério trabalhou com clientes como Volkswagen, Fiat, Nissan, Jeep, Samsung, Pepsi, Stella Artois, Absolut, Johnny Walker, Smirnoff, Gatorade, Pedigree, Netflix, P&G e VISA.


Marcelo Vieira

Marcelo Vieira

Presidente, Sociedade Rural Brasileira -SRB, São Paulo, Brasil.

Em breve.


Marcio Felix Bezerra

Marcio Felix Bezerra

Secretário Executivo, Ministério de Minas e Energia, Brasilia, Brasil.

Engenheiro Eletricista pela Universidade de Brasília. Marcio Felix possui especialização em Engenharia de Petróleo pela Universidade Petrobras, MBA em Gestão de Negócios pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e curso de Gestão de Parcerias e Alianças Estratégicas pelo Instituto Europeu de Administração de Empresas - Insead, França. Possui mais de 35 anos de experiência na indústria de petróleo e gás. Trabalhou no Schlumberger Group (1981/1982) como engenheiro de campo em testes de poços. Desde 1983 atua na Petrobras, iniciando como engenheiro de campo de petróleo e depois diversos cargos gerenciais na área de Exploração e Produção (E&P), como: Gerente Geral da Unidade de Operações de E&P do Espírito Santo, a unidade que mais cresceu em produção e reservas de petróleo e gás no Brasil durante a primeira década de 2000, e Gerente Executivo de Suporte Técnico Internacional. Foi Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado do Espírito Santo de 2010 a 2012, com ênfase em Energia, Petróleo e Gás e Mineração. De julho de 2016 a março de 2018, foi Secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, cuidando de todas as principais reformas relacionadas a Petróleo, Gás e Biocombustíveis no Brasil ao longo dos últimos 2 anos. Desde 12 de abril de 2018 é vice-ministro de Minas e Energia do Brasil.


Marília Rangel Campos

Marília Rangel Campos

Secretária Geral Do Conselho Internacional de Avicultura, Brasília, Brasil

Marilia Rangel Campos é Secretária-Geral do Conselho Internacional de Avicultura, IPC, a organização global que representa 95% do comércio e 80% da produção mundial de carne de aves. Ela é a representante do IPC na Organização Mundial para Saúde Animal (OIE), Codex Alimentarius e FAO. Marilia é Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo e atualmente é mestranda em Global Food Law pela Universidade do Estado de Michigan. Antes do IPC, Marília foi Coordenadora de Mercados na Associação Brasileira de Proteína Animal, onde esteve por quase 10 anos. Marília foi responsável pela estratégia de acesso a mercados, representação do setor avícola junto aos governos do Brasil e do exterior, defesa comercial e litígios envolvendo o setor avícola na OMC junto a escritórios de advocacia e Itamaraty.


Maurício Antônio Lopes

Maurício Antônio Lopes

Presidente, EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Brasil

Maurício Lopes é geneticista de plantas por formação, e recebeu seu BSc em Agronomia (1983) pela Universidade Federal de Viçosa, Mestrado em Genética Vegetal (1989) pela Universidade de Purdue, Indiana, EUA e seu PhD em Biologia Molecular (1993) pela Universidade do Arizona, em Tucson, EUA. Ele foi o líder do Programa de Melhoramento de Milho na Embrapa Milho e Sorgo. Foi Chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Milho e Sorgo, da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, e do Departamento de P&D da Embrapa. Ele foi responsável pela coordenação do processo que levou ao desenvolvimento e implementação do atual sistema de gestão da programação da Embrapa (SEG). Maurício foi também cientista visitante da FAO, em Roma, membro do Conselho Científico da Fundação Agropolis, em Montpellier, na França, e coordenador do Labex Coréia, um programa de cooperação internacional da Embrapa na Coréia do Sul. Exerceu o cargo de Diretor Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento por 18 meses e atualmente é o Presidente da Embrapa.


Miguel Ivan Lacerda de Oliveira

Miguel Ivan Lacerda de Oliveira

Diretor de Biocombustíveis, Ministério de Minas e Energia, Brasília, Brasil.

Economista com mestrado em Agronegócio pela Universidade Federal de Goiás. Foi Gerente do Sebrae, Diretor de Programas de Desenvolvimento Regional, Secretário Nacional de Irrigação, Assessor Internacional do Ministro no Ministério da Integração Nacional, Chefe de Planejamento Estratégico do Metro DF. É analista classe A da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária na Secretaria de Negócios e, atualmente, é Diretor de Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia desde novembro de 2016. Acredita que os biocombustíveis se apresentam par ao Brasil e para o Mundo como uma Política Estratégica de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental.


Mike Dwyer

Mike Dwyer

Economista Chefe, US Grains Council, Washington, DC, USA

Em breve.


Pam Johnson

Pam Johnson

Fazendeira & Presidente, MAIZALL, Washington, DC, EUA.

Em breve


Paulo Herrmann

Paulo Herrmann

Presidente, John Deere, Indaiatuba, Brasil.

Em breve.


Pierluigi Londero

Pierluigi Londero

Diretor Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Comissão Européia, Bruxelas, Bélgica.

Em breve.


Plinio Nastari

Plinio Nastari

Presidente, DATAGRO, Brasil

Plinio Nastari é presidente da Datagro Consultoria, com escritórios em São Paulo, Recife, Santos e New York, e clientes em 41 países, é mestre e doutor em economia agrícola pela Iowa State University. Foi diretor executivo e presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, membro de comitês técnicos do Conselho Interministerial do Açúcar e do Álcool, Comissão para Reexame da Matriz Energética, e Comissão de Energia Nacional. Assessorou produtores, bancos, tradings e governos desde os primórdios do Proalcool no Brasil, em 1978. Durante 18 anos foi professor de micro e macro economia nos programas de graduação e pós-graduação da Fundação Getulio Vargas em S.Paulo. Em disputas internacionais, atuou como coordenador da defesa do Brasil no caso das exportações de álcool do Brasil para os Estados Unidos, junto à Corte Internacional de Comércio em Washington, e foi o economista responsável pelos casos do açúcar, bananas e pneus contra a Uniao Européia, junto à Organização Mundial de Comércio, em Genebra. A Datagro tem assessorado a maior parte dos investidores e bancos que tem realizado negócios em açúcar e etanol no Brasil nos últimos anos.Organizadores de conferências em New York, São Paulo e Araçatuba.


Rajan Gajaria

Rajan Gajaria

Vice Presidente Global da Plataforma de Proteção de Cultivos da Corteva Agriscience™, Divisão Agrícola da DowDuPont™, USA

Em breve.


Renato Buranello

Renato Buranello

Sócio, VSBO Advogados, São Paulo, Brasil.

RENATO MACEDO BURANELLO Formou-se pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, em 1994. É mestre em Direito Comercial pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutorando na mesma área de concentração pela mesma universidade. Autor dos Livros “Contrato de Seguro: seguro garantia de obrigações contratuais” e “Sistema Privado de Financiamento do Agronegócio”, e coordenador dos dois volumes do livro “Direito do Agronegócio: mercado, regulação, tributação e meio ambiente”. Atividades Profissionais Altamente especializado em temas relacionados ao agronegócio, Buranello é considerado um líder na assessoria a clientes que atuam na cadeia agroindustrial, incluindo atividades econômicas relacionadas ao fornecimento de insumos, produção, processamento, beneficiamento, armazenamento e comercialização interna e internacional dos produtos agrícolas, pecuários, de reflorestamento e pesca. Buranello atua em operações relacionadas a programas de crédito rural, ao sistema privado de financiamento e de seguro rural. Atende a toda atividade agroindustrial de forma específica, na assessoria em variadas matérias relacionadas ao setor, aconselhando clientes na celebração de contratos conexos e na estruturação de operações financeiras, inclusive no âmbito do mercado de capitais. Representa as grandes empresas de insumos e fertilizantes, em suas operações de barter, no mercado bancário, nas operações de dívida e trading finance e em particular no desenvolvimento das principais operações de securitização do setor. No desenvolvimento de suas atividades, participa de fóruns estratégicos, nacionais e internacionais, mantendo estreito relacionamento com órgãos reguladores, Ministérios e centros de estudos do agronegócio.


Ricardo Ramos

Ricardo Ramos

Diretor, Banco de Desenvolvimento Social e Econômico, Rio de Janeiro, Brasil.

Engenheiro mecânico com Mestrado em Administração na COPPEAD (1992) e Mestrado Internacional em Gestão (2015). Funcionário do BNDES desde 1993, onde começou suas atividades profissionais, atuou nas áreas Industrial, de Exportação, Infraestrutura e de Planejamento, com cargo executivo. Foi superintendente da Área de Crédito (2006 – 2008), da Área de Infraestrutura Social (2008 – 2016) e da Auditoria (2016). Em junho de 2016, foi nomeado diretor do BNDES, onde, desde abril de 2018, está à frente das Áreas de Planejamento Estratégico, Operações e Canais Digitais, Tecnologia da Informação e Administração e Recursos Humanos.


Roberto Ignácio Betancourt

Roberto Ignácio Betancourt

Membro do Conselho International Feed Industry Federation (IFIF), Presidente do Conselho SINDIRAÇÕES, São Paulo, Brazil

Em breve.


Roberto Jaguaribe

Roberto Jaguaribe

Presidente, Apex-Brasil, Brasilia, Brasil.

Roberto Jaguaribe nasceu no Rio de Janeiro, em 27 de dezembro de 1952. Graduado em Engenharia de Sistemas, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, ingressou na carreira diplomática por concurso público direto efetuado em 1978. Ao longo de sua carreira, desempenhou funções de alto nível, no exterior e no Brasil, tanto no Ministério das Relações Exteriores como em outras áreas do Governo Federal. Serviu nas missões do Brasil na ONU, em Nova York (1983-87), e na Embaixada do Brasil em Montevideo (1987-90). Chefiou as Seções de Propriedade Intelectual e de Desarmamento na Missão do Brasil em Genebra (1993-95). Serviu também como Ministro Conselheiro da Embaixada do Brasil em Washington (2000-03). Na Secretaria de Estado do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília, foi chefe da Divisão de Propriedade Intelectual e Tecnologias Sensíveis (1992); Diretor-Geral do Departamento de Promoção Comercial (1998-2000); e Subsecretário-Geral de Política, responsável pela gestão de temas de política externa para África, Oriente Médio, Ásia e Pacífico (2007-10). Em outras áreas do Governo, exerceu a função de Secretário de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento e Orçamento (1995-98) e também de Secretário de Tecnologia Industrial do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e do Comércio Exterior (2003-05). Presidiu o Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI (2005-07). Foi Embaixador do Brasil junto ao Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (2010-15) e junto à República Popular da China e à República Popular da Mongólia (2015-16). Desde 2016, preside a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil.


Roberto Rodrigues

Roberto Rodrigues

Coordenador do Centro de Agronegócio da FGV-EESP, Embaixador Especial da FAO para o Cooperativismo, São Paulo, Brasil.

Engenheiro Agrônomo pela ESALQ/USP (1965), Doutor Honoris Causa pela UNESP/Jaboticabal (1998) e Embaixador Especial da FAO para as Cooperativas. É Coordenador do Centro de Agronegócio da FGV/EESP, Presidente do Conselho Deliberativo da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) e Presidente da Academia Nacional da Agricultura. Foi presidente da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), da Organização Mundial de Cooperativas Agrícolas e da ACI (Aliança Cooperativa Internacional), período em que conheceu 79 países em todos os continentes. Presidiu a SRB (Sociedade Rural Brasileira) e a ABAG (Associação Brasileira de Agronegócios). Foi Secretário da Agricultura do Estado de São Paulo e Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de 2003 a 2006.


Roberto Schmidt

Roberto Schmidt

Diretor de Planejamento de Marketing, Rede Globo, São Paulo, Brazil

Na Globo há mais de 25 anos, Roberto Schmidt atualmente é Diretor de Planejamento de Marketing. Foi o responsável pela elaboração de projetos comerciais envolvendo temas como institucionais, culturais, cinema, promoções, esportes, merchandising, games, multiplataforma, internet e shows musicais. É formado em Informática pela Universidade Mackenzie e em Filosofia pela Universidade de São Paulo. Tem especialização em Administração, Marketing, Planejamento de Mídia e Administração da Cultura. Mestre e Doutor em Comunicação e Semiótica na PUC/SP.


Rubens Barbosa

Rubens Barbosa

Presidente, IRICE, Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior, Brasil

O Embaixador Rubens Barbosa é membro do conselho de empresas e trabalha como consultor de negócios. Entre outros cargos, ele é presidente do Conselho Superior de Comércio Exterior da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Presidente do Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior – IRICE e Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Trigo . Foi embaixador do Brasil em Washington e Londres.


Sergio Bortolozzo

Sergio Bortolozzo

Presidente, Associação Brasileira dos Produtores de Milho - ABRAMILHO, Brasília, Brasil.

- Natural de Araraquara-SP; - Formado em Administração de Empresas e pós-graduado em Gestão Empresarial pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). - Presidente Institucional da Abramilho - Associação Brasileira dos Produtores de Milho; - Presidente da Maizall – International Maize Alliance e - Vice-Presidente da FAESPI - Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do PIAUÍ. - A partir de 1988, iniciou a produção de grãos na Fazenda Canel- Uruçuí/PI.


Thomas Timm

Thomas Timm

Vice-Presidente Executivo e CEO da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha

Nascido em 12 de março de 1956 em Pinneberg no estado alemão de Schleswig-Holstein Casado com Marília de Freitas Nuzzi Timm, graduada em Administração de Comércio 2 filhos. 1976 – 1980 Faculdade de Administração de Empresas e de Direito na Universidade de Hamburgo 1977 – 1979 Aprendizado profissional como açougueiro na empresa dos pais 1980 – 1984 Funcionário científico no Instituto de Administração de Empresas e Pesquisas de Mercado da Agência Federal para Pesquisa de Laticínios em Kiel, coordenador de projetos para pesquisas da Comunidade Européia sobre a utilização de proteínas de leite e soja em alimentos, dez publicações científicas. 1981 6 meses de pesquisa nos EUA 1981 – 1984 Especialização em economia agrária na Universidade de Kiel 1984 – 1996 Funcionário da BASF na América do Sul, com diversos cargos 1991 – 1996 Diretor responsável para Tintas para repintura automotiva na América do Sul 01/01/1997 Vice-Presidente de Marketing e Vendas da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha de São Paulo, coordenador do projeto da participação da AHK São Paulo na EXPO 2000 em Hannover desde 01/11/2004 Vice-Presidente Executivo da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha de São Paulo (AHK Brasil)


Warren Preston

Warren Preston

Economista Chefe, USDA, Washington, EUA

Em breve